MENU

Série “Living Biblically” quer encorajar discussões sobre a Bíblia na vida moderna

Protagonista de "The Big Bang Theory", Johnny Galecki produz novo programa


"Living Biblically" quer encorajar discussões sobre a Bíblia

O ator Johnny Galecki, o físico Leonard Hofstadter da série de sucesso “The Big Bang Theory”, é filho de mãe católica e pai judeu. Ele cresceu ouvindo sobre as leis e as regras de comportamento do Antigo Testamento. Embora afirme não ser um “praticante”, insiste que pretendia “encorajar discussões sobre a Bíblia na vida moderna” quando decidiu passar para trás das câmeras e produzir o seriado “Living Biblically” [Vivendo Biblicamente].

Com estreia marcada para 26 de fevereiro, a produção mostrará a vida de homem chamado Chip Curry (Jay R. Ferguson) que decide mudar de modo radical a maneira como conduz sua vida para seguir a Bíblia literalmente.

Na coletiva de imprensa do lançamento de Living Biblically, Galecki disse acreditar que é “crucial” fazer um programa que fale sobre a fé. “Quando eu comecei minha empresa de produção, o primeiro item da lista era tentar fazer uma comédia sobre religião. Reconheço que essas conversas [sobre religião] não estavam ocorrendo na TV apesar de uns 80% das pessoas do mundo possuírem algum tipo de crença espiritual”.

A inspiração para o seriado veio do livro “Um Ano Bíblico”, de A. J. Jacobs. Best seller nos Estados Unidos, a obra não teve muita repercussão no Brasil. Trata-se da história real de Jacobs, um judeu que decidiu passar um ano inteiro seguido todas as regras do Antigo Testamento. Ele mudou seu jeito de vestir, toda a sua alimentação e passou a fazer “experimentos” com as leis, para ver como as pessoas reagiam.

Criado por Patrick Walsh, “Living Biblically” terá 13 episódios na primeira temporada. O roteirista mudou a premissa do livro de Jacobs para mostrar a vida de um católico que deseja seguir a Bíblia toda (AT e NT). Ele garante que procurou ouvir vários consultores para garantir que o roteiro sempre fosse “preciso e respeitoso”.

“Nós pedimos a um padre e a um rabino para lerem todos os rascunhos dos scripts e nos dizer onde estamos errados ou como podemos usar um exemplo melhor da Bíblia”, assegura.

Mesmo assim, a julgar pelo trailer, fica evidente que a Bíblia será representada como a compilação de mandamentos absurdos. O próprio padre que o aconselha sugere isso.

Em uma das cenas do trailer, por exemplo, Chip descobre que um colega de trabalho está traindo a mulher. Ele encontra com o homem e a amante em um restaurante. Como há um texto em Levítico que fala sobre apedrejar adúlteros, o personagem principal pega uma pedra do vaso do restaurante e joga no rosto do colega e sai correndo.

O programa não tem data para estrar no Brasil mas, como toda série produzida nos EUA, deve chegar em breve através de algum canal a cabo ou ficar disponível na Netflix. Com informações Christian Post




Deixe seu comentário!