MENU

“Jesus” da Record estreia com bons índices de audiência

Autora diz que não é preciso "ter uma religião para gostar de Jesus"


Dudu Azevedo como Jesus
Dudu Azevedo é o protagonista de Jesus (Foto: Reprodução)

O capítulo de estreia da novela “Jesus”, da Record, nesta terça-feira (24), foi marcado por uma boa audiência no país e uma liderança inédita em Goiás.

O folhetim bíblico, escrito por Paula Richard ultrapassou a Globo em audiência durante o seu horário de exibição em Goiânia. Segundo o Ibope, ele registou 18,6 pontos de média, contra 17,4 da Globo e 17,8 do SBT.

Leia mais

Ao mesmo tempo, no Rio de Janeiro, “Jesus” ficou com 13,7 pontos e a Globo com 34,4 pontos. Em São Paulo, a novela registrou 12,7 pontos, ante 31,1 da Globo.

Entrega para Deus

Em entrevista ao site especializado RD1, Paula Richard foi questionada sobre a preocupação com audiência, uma vez que “Apocalipse” ficou aquém do esperado pela emissora.

“A audiência a gente entrega pra Deus, para Jesus (risos). Procuro fazer o melhor que eu posso. Mas o juízo final fica para o público”, afirmou.

Richard disse também que é “católica não praticante” e não tinha o hábito de ler a Bíblia até começar a escrever histórias do gênero na emissora. Ela acumula seis obras bíblicas no currículo. Começou colaborando na equipe de roteiristas de “Os Dez Mandamentos” (2015), firmando-se como autora em “O Rico e Lázaro” (2017).

Antes de começar a escrever Jesus, ela reuniu-se com Edir Macedo, dono da Record e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus. Conforme conta, o bispo apenas pediu para que “a mensagem de Jesus pudesse ser compreendida”.

Para a autora, não é preciso “ter uma religião para gostar de Jesus”. “Há muitos estudiosos da Bíblia que são ateus. Fé, sim, tem ali, mas Jesus não pregou nenhuma religião”, encerrou.



Assuntos: , , , ,


Deixe seu comentário!


Mais notícias