MENU

Filme sobre Edir Macedo será lançado em março de 2018

Nada a Perder será exibido em 80 países, marca inédita no cinema nacional


Filme sobre Edir Macedo será lançado em março de 2018
Filme sobre Edir Macedo será lançado em março de 2018

O filme que dará início a biografia do líder Edir Macedo nas telas de cinema tem lançamento marcado para o dia 1 de março de 2018. A obra, que já possui continuação confirmada, se baseará nos três livros da série Nada a Perder, best-sellers de Edir escritos por Douglas Tavolaro.

Ao contrário dos três livros, a abrangência dos filmes é mais modesta e as obras serão condensadas em duas produções audiovisuais, sob direção de vídeo de Alexandre Avancini e produção executiva de Tavolaro, que é vice-presidente de Jornalismo da TV Record e trabalhou em Os Dez Mandamentos.

Leia mais

De acordo com o jornalista Ricardo Feltrin, em sua coluna no UOL, cada filme possui um orçamento que está entre R$ 10 e R$ 15 milhões, mais de sete mil figurantes e atores de notoriedade nacional nos papéis mais relevantes.

Petrônio Gontijo, que também participou em Os Dez Mandamentos, interpreta Edir Macedo em idade adulta e será, assim, o protagonista da trama do líder da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd). A versão mirim será de responsabilidade do ator Enzo Barone.

Além de Petrônio, o elenco envolve nomes como Dalton Vigh (Pérola Negra, O Clone), André Gonçalves (Alma Gêmea, Caminho das Índias), Eduardo Galvão (Malhação, Paraíso Tropical), Beth Goulart (Vidas em Jogo, A Terra Prometida), além de mais 130 atores.

A produção é uma parceria entre a Record e a Paris Filmes e conta com um recorde histórico no cinema nacional antes mesmo de sua estreia. Cerca de 80 países, até o momento, fecharam acordo de exibição e distribuição.

Embora os dois filmes estejam sendo produzidos conjuntamente em locações distribuídas em cerca de cinco países, não há data de lançamento anunciada para a segunda obra.

Entre os locais os quais a produção está a ser gravada, estão cidades como Rio de Janeiro – onde Macedo iniciou seus trabalhos como pastor, juntamente ao então cunhado R. R. Soares – São Paulo e Johannesburgo, capital da África do Sul.




Deixe seu comentário!