MENU

Chris Pratt “prega” sobre o sangue de Jesus em premiação da MTV

Ator usou humor para compartilhar sobre sua fé


Cris Pratt
Cris Pratt discursando no MTV Movie & TV Awards. (Foto: Just Jared)

O ator Chris Pratt, que nos últimos anos esteve nos filmes com as maiores bilheterias de Hollywood, recebeu nesta segunda (18) o prêmio “Generation” durante o MTV Movie & TV Awards.

Entre uma piada e outra, o astro da franquia Guardiões da Galáxia, aproveitou a oportunidade para compartilhar o evangelho quando subiu ao palco para um breve discurso.

Além dos tradicionais agradecimentos aos familiares e aos fãs, Pratt ofereceu alguns conselhos para a audiência. O programa foi transmitido ao vivo pela MTV e pela internet, assistido por milhões de pessoas.

Leia mais

Ao falar sobre as “9 regras para a vida”, ele intercalou alguns conselhos sobre ser uma boa pessoa para os outros com cunho espiritual. Em uma cena de “Guerra Infinita”, quando seu personagem Senhor das Estrelas é perguntado a que mestre ele servia, a resposta foi “Jesus”. Isso lhe gerou críticas por parte de alguns segmentos evangélicos, que acreditaram ser um “deboche”, mas em entrevistas o ator ressaltou que não era.

Sabendo que discursos religiosos nem sempre são bem-vindos em Hollywood, Pratt, que é evangélico, falou sobre sua fé nas seguintes “regras”.

“Nº 2:  Você tem uma alma! Cuide bem dela”, ensinou, sendo aplaudido pelos presentes, que incluía muitos artistas famosos.

Sua sexta regra foi: “Deus existe! Deus te ama. Deus quer o melhor para você. Creia nisso. Eu creio!”. Já na oitava ele pediu: “Aprenda a orar. É fácil e faz muito bem para sua alma”.

Mas foi na última que ele foi mais incisivo, ao invés de falar sobre um Deus genérico, ele lembrou do sacrifício de Jesus, ainda que não tenha citado seu nome.

“Ninguém é perfeito!”, lembrou, acrescentando que “Muita gente dirá que você é perfeito do jeito que é, mas na verdade você é imperfeito e sempre será”. Em seguida, foi incisivo: “Mas há uma força poderosa que criou você assim. Se você aceitar isso, receberá graça e a graça é um presente”.

Bastante aplaudido, finalizou dizendo “Assim como a liberdade que temos neste país, essa graça foi paga com o sangue de outra pessoa. Não se esqueça disso”.

Diversos jornais destacaram o tom “inusitado” do discurso de Pratt na premiação, mas ele definitivamente foi na contramão do que geralmente defende a classe artística.

Assista (legendado):



Assuntos: , , , , ,


Deixe sua opinião!

Mais notícias