MENU

A força e o sucesso do cinema cristão no Brasil

Empresa responsável pelo sucesso recente de produções religiosas, 360 WayUp comemora três anos com planos para o futuro


Ygor Siqueira
Ygor Siqueira apresenta mais um filme cristão divulgado pela 360 WayUp este ano. (Foto: Divulgação)

Uma marca impressionante de mais de 15 milhões de expectadores em cinemas de todo o Brasil, com quase 20 filmes lançados especialmente para o público cristão. Com esses números extraordinários, a 360 WayUp comemora três anos de sucesso completados no último dia 18 de junho.

A partir de super produções como “A Cabana”, “Em Defesa De Cristo”, “Você Acredita?”, “Maria Madalena” além dos estreantes “Paulo, Apóstolo de Cristo” e “Eu Só Posso Imaginar” entre outras produções realizados em parceria com gigantes do segmento como a Paris Films, a Sony Pictures e a Califórnia Filmes, a 360 conseguiu organizar mais de 130 pré-estreias que impactaram mais de 35 mil influenciadores, líderes e artistas em todo o país.

Leia mais

Com mais de nove anos trabalhando no setor audiovisual, Ygor Siqueira, CEO da companhia, comemora a conquista da empresa a esse importante patamar na cultura cristã brasileiro atuando no mercado cinematográfico no país. “Trabalhamos duro e hoje somos o principal elo entre produtores, distribuidores e exibidores. Atualmente chancelamos filmes com conteúdo cristão e que tem potencial comercial para gerar bilheteria nos cinemas. Isso é, de fato, um marco”, celebrou Siqueira.

Equipe da 360 WayUp
Ygor Siqueira posa entre a equipe da 360 Way Up. (Foto: Divulgação)

Novidades para o futuro

E se em apenas três anos de trabalho a 360 WayUp conseguiu se posicionar positivamente, a ideia agora é multiplicar. Única empresa do segmento cristão a apresentar resultados tão expressivos, a 360 prepara agora a divulgação dos longas “Deus Não Está Morto – Uma Luz na Escuridão”, com estreia definida para agosto, e “Sansão”, com exibição marcada para o mês de setembro.

Para os próximos anos, Ygor Siqueira aposta em uma ofensiva ainda maior do cinema cristão. Entre os planos está incluída a produção de alguns títulos na parceria com a Companhia de teatro Jeová Nissi e a Red Filmes. “Estamos trabalhando em dois longas que a 360 vai coproduzir e isso é fantástico. Temos o objetivo de fomentar produções nacionais e com isso incentivar, criar mesmo uma indústria cinematográfica nacional”, adiantou.

Claro que nem só de mercado vive o cinema cristão, além do grande alcance e satisfação garantida aos parceiros, poder levar ao grande público histórias que passam uma mensagem de paz e de valorização da família através do evangelho também podem ser consideradas grande vitória.

“Não há palavras que possam demonstrar minha gratidão por todo esse tempo, contudo, a expectativa para os próximos 4, 7, 10 anos é de experimentar o sobrenatural de Deus! Que o cinema se torne um instrumento estratégico para todos os cristãos do país, e possamos alcançar e abençoar ainda mais vida”, agradeceu.



Assuntos:


Deixe seu comentário!


Mais notícias